Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

Sobre o maior homem do mundo...

... e sua enfermidade

Ela atravessa a rua de mãos dadas com o maior homem do mundo. Um gigante. Ela senta e ouve histórias. Ela ouve as músicas que ele canta tão bem, ela ri. Ela foge de casa e volta chorando. Ela briga, ela pede desculpas. Ela pede pipoca, ela pede colo, ela pede tudo o que vê pela frente. Ela espera ele voltar de viagem com os braços pedindo abraços e os olhos cuidando a velha mala esperando presente. Ela é a gatinha do papai. E agora que ela cresceu, ela só quer poder atravessar a rua de mãos dadas com o maior homem do mundo pro resto da vida. Fica bem logo, meu amor, meu pai, meu amigo, minha fera.

Pai não devia ficar doente nunca.

14 comentários:

Estrelinha* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Estrelinha* disse...

Que lindo, Jaquinha! É tão bom quando crescemos e continuamos a ver nosso pai assim como o maior homem do mundo. É triste ver que muita das vezes o encanto vai perdendo o brilho.
Mesmo me chateando algumas vezes com o meu pai, eu procuro cultivar essa imagem de amor que quando crianças formamos.
Melhoras ao seu papai, seu gigante, sua fera, seu amigo para sempre.

Ahh... obrigada por ser uma seguidora do meu blog. Rsrss.
Te adoro, linda!
Beijos,
=.)

miss predictable disse...

Post lindo,Jaque!Família é um bem precioso,uma coisa que vc não pode largar nunca...e pai...eu sou suspeita a falar mas...é importantíssimo na vida de uma pessoa,principalmente uma mulher.
Me emocionei sim com seu post,admito!Melhoras pra ele,tudo de bom pra voces!
Morena

Acauã Pyatã disse...

Hehehe percebo que alguém ai em algum momento refletiu sobre a figura paterna, não so sentido masculino da coisa, mas no sentido de ser pai, e isso é muito importante como tb fundamental, uma vez que tão importante como a mãe o pai, e sua figura tem papel especifico e fundamental na formação do ser humano. Eu infelizmente não posso dividir nesse comentário a felicidade de ser pai, pq ainda não sou e nem espero ser tão cedo, mas eu acredito que a grande realização e dádiva de um homem como gênero, é poder junto com outra mulher gerar uma vida, e dela cuidar, e assim como este blog, cultivar (rsrsrsr), então a figura do pai para o ser masculino chega a ser cultivada como um sacerdócio, infelizmente para alguns não. O mais tocante disso tudo, é ter isso reconhecido, e eu espero que Jaqueline vc faça com que seu pai veja e sinta esse reconhecimento, pq vc's filhos e filhas creiam, todo pai, ao meu ver de filho, precisa disso, para pelo menos sentir ao fim de sua vida, que sua sagrada missão foi crumprida, e que a partir do momento em que você assumiu a missão de viver sua vida por outra vida, isso tudo valeu a pena... não por orgulho, por capricho ou seja la pelo que for, mas por questão de complementação como ser. Esse é um tema cotidiano e fundamental, quantas vezes nos questionamos acerca disso: ou nos perguntamos? Nem todo homem pode ser pai, mas com certeza absolutíssima, todo pai é homem, naõ em genero, mas no papel que tem que desenvovler em responsabilidades. quem dera todos nós, do genero pudéssemos seguir este mesmo padrão ideológico de rsponsabilidade sim, mas primeiramente de amor... que a vida me permita um dia provar desta experiência maxima como homem mas principalmente como ser humano...

Pequenininha disse...

minina!!
hehe!
qu bom que gostou do blog!

pois é! eu tava lá no Enel!

eu gosto de belém! tenho uma tia que mora aí e já fui duas vezes!

vou ficar dando uma olhadinha no seu blog sempre!
;D

✰тєcα✰ disse...

Linda concordo plenamente amei esse texto quem tem pai e o ama sabe do que tu está falando e deve ter sentido o que eu senti ao ler o seu texto...pefeito, parabéns!

Beijo tenha uma ótima semana!

L.S. Alves disse...

Espero que minha filha um dia fale assim de mim.
Melhoras pra ele.
Um abraço moça.

De nascimento, Silva. disse...

:~
Eu preferia que tu visses meu rosto agora a ter que escrever alguma cosia sobre a tua postagem, ia ser muito mais informativo - digamos assim.

Lindo, lindo. Poético demais, musical, paterno, deu uma vontade grande sair correndo e abraçar meu pai agora.

Melhoras - sinceras - pra ele, jack.
beijocas

Ivan Daniel disse...

Que coisa linda, Jaqueline! Parabéns pela homenagem e que tudo dê certo.
Abraço.

Estrelinha* disse...

Claro que pode né, Jaquinha!!!
Aquilo não é nada de um dente, graciosa, aquilo é uma flor bem pequena! Rsrsrs
Beijos,
=.)

miss predictable disse...

Jaque,quando puder dá uma passadinha no blog e de a sua opinião sobre o assunto?
kisses

Lucas C. disse...

aai Jaqueline!
fico muito FELIZ!
pensei que era tipo metáfora,

S:

agora entendi,
e fiquei feliz !!

@@

Dani. dosolhosverdes\ disse...

Pai, pai é algo inexplicável. Meu pai é muito tudo pra mim, e não saberia dar nem sequer um passo se não tivesse sua proteção.
Amei e me emocionei muito, parabéns.

((:

✰тєcα✰ disse...

Que legal então acho que nesse caso o tempo está ao seu favor ;D

Beijão!