Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

Repente...

De repente fiquei doente. E doeu. Ah, doeu...



Só por hoje eu não quero mais chorar
Só por hoje eu espero conseguir
Aceitar o que passou o que virá
Só por hoje vou me lembrar que sou feliz.

Hoje já sei que sou, tudo que preciso ser
Não preciso me desculpar, e nem te convencer
O mundo é radical,
Não sei onde estou indo
Só sei que não estou perdido
Aprendi a viver, um dia de cada vez,

Só por hoje
eu não vou me machucar
Só por hoje eu não quero me esquecer
Que há algumas pouco vinte quatro horas
Quase joguei, a minha vida inteira fora.

Não não não não
Viver é uma dádiva fatal
No fim das contas, ninguém sai vivo daqui mas
Vamos com calma!

Só por hoje
eu não quero mais chorar
Só por hoje eu não vou me destruir
Posso até, ficar triste se eu quiser
É só por hoje, ao menos isso eu aprendi.
(SÓ POR HOJE. Legião Urbana.)


... E tão de repente quanto fiquei doente, curei.
Deram-me o mais poderoso dos antídotos
contra tudo o que há de ruim:
doses imensas de amor.

2 comentários:

Do nascimento, Silva. disse...

sempre achei essa música linda!

beijão, flor. :)

Pedro Pereira disse...

Não sei que doença é essa que mandou uma mulher tão forte para o chão...
Levanta-te e anda...
Peito cheio, e rosto virado para o sol...
o resto deixa pra lá!...
pois se não é bom também não interessa...
Bjs
Pedro