Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

Metáfora das estradas

Estava eu, sentada no banco de trás do carro, segurando meu afilhado convalescente, quando começa a tocar: "Se eu disser que já nem sinto nada Que a estrada sem você é mais segura". De imediato, apeteceu-me a formiguinha desgarrada, que agora atravessa a estrada sem segurar a mão do gigante. Eu imaginava que sozinha chegaria a lugar algum, mas não. Os dias amanhecem cada vez mais lindos e o meu sorriso cada vez mais verdadeiro. Porque a vida, minha gente, a vida é alegria. Antes do primeiro atoleiro da estrada, esta vida era boa que é uma coisa. Mas o gigante não entendia minha pureza e abusava dela, fazia eu cair nos buracos, e me machucava. Agora ninguém mais abusa da minha pureza, simplesmente porque eu não tenho mais pureza. Eu ando pelas beiradas, as vezes fora da estrada, as vezes na contra-mão e depois eu corro ao meio para ver melhor o farol que brilha lá ao fim. Nesta vida não há disfarces, a formiguinha banhou-se de 'recomeço' e vestiu a camisa da 'conquista e liberdade.' Agora a formiguinha não deseja mais estradas planas. Quer ver planaltos, depressões e todos os relevos geodésicos, agrimensos, saudáveis, metalúrgicos, minerais, turísticos e informáticos que há por aí. E não quer ver só isso, quer ver as estrelas e quer também voar.

3 comentários:

Princesinha disse...

Oi Jaque!
Que texto lindo... que bom saber que você está tão bem assim.
Fico feliz por você!
^^

Beijinhos

Erica Ferro disse...

"Agora ninguém mais abusa da minha pureza, simplesmente porque eu não tenho mais pureza. Eu ando pelas beiradas, as vezes fora da estrada, as vezes na contra-mão e depois eu corro ao meio para ver melhor o farol que brilha lá ao fim."

Lindo, Flor. *-*
Ando assim. Atenta a tudo, não consigo mais olhar sem especular, analisar e desconfiar. O mundo me levou a isso. Não creio que seja tão mal. Mas, mesmo assim, sei que há algo lindo no fim da estrada, há brilho em meio ao que é ofuscado e falso. Há joios, mas há trigos. Eu hei de achar os trigos.
Beijo, querida.

Elcy disse...

*-*
"A formiguinha apesar de pequena tem dentro de si uma grandeza muito maior do que a desse gigante,pois a formiguinha tem sentimentos,já o gigante..."

Flor,
Lindo Texto.
Perfeito!
Te amo!