Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

Não sabe (mais) dizer o que sente

Eu estava pensando tantas coisas, quando comecei a sentir todos os meus horrores escaparem e dominarem meu corpo, sufocando a esperança; parecia que eu abrira a caixa de Pandora. Num repente de inacção do espírito, senti, de leve, uma mão entrelaçar meus dedos. Senti tanta alegria. Tanta paz. Não me preocupei em saber quem era. Detive-me n'àquele sentimento que me levara para a galáxia dos sonhos. Continuei caminhando. Sorrindo. Como um beija-flor ao encontrar o néctar mais doce. E aí, sem cerimônia, pegara minha vida em suas mãos, sacode-a como se fossem dados e a joga de volta no tabuleiro... (todo sonho se dissolve em realidade). Olhei para saber quem era. E não tinha ninguém. O que ocupava meus dedos era só a saudade de mim, que segura em minhas mãos, me coloca na sala das lembranças, e depois vai embora. E eu fiquei como boba, com aquele meio-sorriso de Monalisa, que não sabe dizer o que sente.

Nenhum comentário: