Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

O FIM "de fato!" Mas não "de direito!"




Palavras sapientíssimas de um homem muito importante em minha vida: Meu melhor amigo!

“Sentado em algum lugar de casa, penso no que vira pela frente. Os meu amigos, quem serão daqui a 10 anos? Patrão ou empregado? Mocinho ou vilão? Lembra quando eu te disse que estaria ao seu lado todos os tempos de uma forma outra? Hoje nossos caminhos se divergem, cada um busca a sua vitória, o seu sonho. Eu ainda lembro de quando você disse que Deus havia me colocado no seu caminho no momento em que você mais precisava, e espero realmente vigiar seu caminho por um longo tempo. Te espero na primeira vitória em enfermagem, física, tecnologia madeira e todos os nossos amigos. Alô alô alô papai, alô mamãe. Te adoro sapita”

E ainda:

“O tempo se foi e o espetáculo acabou, eu queria ter falado um monte de coisas, mas as vezes não tive coragem; para o que tive, falei; contei meus segredos, meus medos. Desculpa pela vezes que te magoei, falei besteira, discuti ou me enfureci. Hoje, a partir de hoje isso tudo se torna lembrança de um passado remoto e muito legal. Ter te conhecido e me tornado seu amigo foi apenas mais uma peça que o destinho nos pregou. Obrigado por tudo, minha amiga. Obrigada, minha sapita. Te adoro muito (nunca esquece disso). Mil beijos”

Agora é minha vez: eu falo!

Hoje foi um dia especial demais para eu deixar sem registro. Hoje foi oficialmente, nosso ultimo dia de 3° ano, nosso ultimo dia de ensino médio, nosso ultimo dia como colegas de classe. Tudo o que eu mais quero agora é transformar as amizade que eu conquistei em amizades de vida, quero reafirmar todas as palavras que eu pronunciei com a intenção de que meus amigos soubessem que os tenho em melhor lugar.
E tudo isso nos leva a imaginar como se transforma uma simples "coleguisse" em amizade verdadeira.
Talvez seja a vontade e o impulso espiritual que os conduz ao coração. Talvez seja o desejo individual de que uma amizade se perpertui por saber que não encontrará amigos tão fieis e tão leais. Ou talvez não seja. Talvez seja a vontade suprema que o coração expressa quando aperta por saudade. Talvez seja esse desejo imperativo da companhia, do reencontro, do recomeço.
Tudo o que eu mais quero é tatuar aqui no peito todos os momentos felizes que passamos, mas são tantos. Poderia tatuar somente eles, a sua imagem recordaria tudo de maravilhoso e horrendo que vivemos. Porém, homenagens físicas não são tão eficazes quanto as intrínsecas. Pois estas nos leva a obrigação desobrigada de lembrar, e conduzir os pés à um lugar de muita luz e paz espiritual: a casa dos meus amigos. Já aquelas, com o tempo se tornam simples conformismo.
Aquele abraço que eu ganhei, aquele "tu tá doida? tu tá doida?" que me julgou, aquele "vc é especial", e ainda aquele "adorei te conhecer" vão ficar guardados junto ao meu coração, como se fosse aquela história que quer ser revivida. Todas as fotos, todos os carinho trocados, todos os furos, e os gritos e berros serão eternos enquanto a alma jovem sobreviver. Porque somos todos amigos, e porque os momentos que passaram, a fase que foi vivida, não pode, não merece, não deve, e não tem como de ser esquecida.
A saudade é uma tatuagem invisível, que fere, que coça, que arde no primeiros momentos, mas depois cicatriza e fica aquele lindo desenho de dias felizes, de dias bem vividos.
Eu amo meus amigos!!

Nenhum comentário: