Flor_S2 * ' flor, inspirada, te inspira '

Pelos poderes de Greyscow, nós temos a foorçaaaaa

Google+ Followers

Hoje gostei menos de mim...

Parei na frente do computador sem nenhuma inspiração hoje. Mas ao mesmo tempo com um montão de idéias pra colocar no papel (eu e meu mundo). Quando comecei a escrever umas palavras que me visitavam me dei conta de que eu só sei falar de sentimentos e sensações. E parei! E me desgostei! Muito! Como queria escrever um dia sobre a situação política do país ou sobre a condição de vida do ser humano no Tibet ou Budapeste. Mas eu não sei... Não sei mesmo. E eu sei por que. Porque eu ignoro. Mas dificilmente alguém me chamaria de ignorante (ao menos ate hoje não o fizeram). Eu sou ignorante, sim. E é ignorante também quem não quer ver que sempre pode fazer mais por alguém (mesmo que não possa mudar o mundo); que a vontade de ir embora não pode nos impedir de ficar; que a beleza é vazia se não tem simplicidade; que todo lugar pode ser a nossa casa (desde que muito bem acompanhada); que “eu te amo” não é “bom dia”; que todo mundo pode viver um conto de fadas (e eu tenho certeza disso); que a insegurança revela uma ausência (sabe-se lá do que) e que não existe inimigo a não ser a gente mesmo. Droga! Já tô eu falando sobre o mesmo assunto!
Eu ia falar sobre o massacre no El Dorado dos Carajás, ocorrido aqui no Pará, que completou 13 anos no último dia 17 de abril; mas eu acho que isso já é assunto para outra postagem...

3 comentários:

Princesinha disse...

Nossa... assim eu também me sinto ignorante... rsrs... porque eu mais do que você, falo dos meus sentimentos. Mas o que você escreveu aqui foi lindo, bem reflexivo. Digamos que acrescentou um pouco na minha vida hoje.
E a parte que eu mais gostei foi:
"...a insegurança revela uma ausência (sabe-se lá do que) e que não existe inimigo a não ser a gente mesmo."
Vou colocar no meu orkut tá?
rsrs
Me indentifiquei muito com essa frase... no momento que eu tô vivendo.
Enfim... tu sempre és d+ nas tuas postagens. Eu amo ler tuas postagens.
Ah... sou tua fã... uahsuahs

Erica Ferro disse...

"a insegurança revela uma ausência (sabe-se lá do que) e que não existe inimigo a não ser a gente mesmo."

Amei!

Primeira vez que passo por aqui. Nem sei bem como cheguei até aqui, só sei que gostei do que encontrei. Você escreve muito bem. E às vezes eu me pego falando sempre das mesmas coisas, de sentimentos, de amor, de dor...
Me identifiquei muito com o que você escreveu nesse post.

Parabéns. ;)

Andreluca disse...

Flor!!!
Você escreve muito bem. Tenho passado sempre no seu blog. Parabéns mesmo. Eu também as vezes me sinto assim... quem de nós não temos nossas ignorâncias? Ignorar as vezes é mais fácil que contestar, argumentar ou mesmo defender uma ideologia, talvez seja por isso que ficamos assim meio inertes...
bjo com amor&amizade, Andreluca.